(55) 3332 1438 | 9 9128 6838

As abelhas estão em perigo — e nós também. Veja em 8 dados


"Conheça 8 grandes números sobre a situação dos polinizadores no mundo."

Publicada em: 8 de agosto de 2016 - 09:07 horas Apicultura

As abelhas estão em perigo — e nós também. Veja em 8 dados

As abelhas enfrentam, hoje, uma série de problemas que colocam em risco sua existência. Pesticidas, perda de habitat e doenças são os mais comuns.

Mas até mesmo a mudança de clima cobra um preço alto sobre esses polinizadores, cuja sensibilidade ao habitat natural parece inversamente proporcional à importância que têm na manutenção da biodiversidade no planeta. 

Para se ter uma idea, ao longo do inverno passado, o número de colônias de abelhas caiu quase 12% em todo o mundo, segundo um estudo recente que ouviu apicultores de dezenas de países, responsáveis por cerca de 400.000 colônias. Elas simplesmente não conseguiram sobreviver às baixas temperaturas em alguns locais. 

Em um mundo cada vez mais vulnerável às mudanças climáticas, esse dado preocupa. A rica biodiversidade do planeta e as lavouras de grãos, frutas, legumes e verduras -- ou seja, nossa segurança alimentar -- dependem do incansável serviço de polinização desses insetos.

Grosso modo, a pollinização pode ser descrita como o serviço de transportar células reprodutivas masculinas de plantas para o seu receptor feminino.

Uma outra pesquisa publicada na Science alerta para um efeito preocupante das mudanças climáticas sobre os polinizadores: a disperção e redução de colônias de abelhas, o que, no longo prazo, pode afetar a agricultura, a economia e a própria biodiversidade.

Recentemente, o IPBES, principal órgão intergovernamental que avalia o estado da biodiversidade do planeta, seus ecossistemas e os serviços essenciais que prestam à sociedade, traçou um panorama da situação das abelhas e outros polinizadores.

Uma equipe de 77 especialistas avaliou criticamente cerca de 3.000 artigos científicos sobre polinizadores e a produção de alimentos para avaliar os riscos e propor soluções, entre elas, promover uma agricultura sustentável, que ajude a diversificar a paisagem agrícola e diminuir a exposição de polinizadores a pesticidas, por exemplo.

20 000 é o número de espécies de abelhas selvagens que contribuem com a polinização no mundo.

75% é porcentagem dos lavouras de alimentos no mundo que dependem, em alguma medida, de polinização, seja para garantir volume ou qualidade da produção.

Entre US$ 235 bi e US$ 577 bi É o valor anual dos cultivos globais diretamente afetados pela polinização.

300% é o aumento em volume da produção agrícola dependente de polinização animal nos últimos 50 anos.

Quase 90% é a porcentagem de espécies conhecidas de plantas com flores que dependem de polinização.

16,5% é a porcentagem de polinizadores vertebrados, como pássaros e morcegos, que correm risco de extinção no mundo.

+ de 40% é a porcentagem de polinizadores invertebrados em risco de extinção no mundo, principalmente borboletas e besouros.

US$ 12 bilhões é a estimativa de riqueza gerada com auxílio dos polinizadores no Brasil.

Dados: IPBES

Fonte: Exame


Veja também:

Produtos em Destaque

Escolhemos alguns produtos que possam lhe interessar. Você também pode conhecer nosso catálogo completo.

  • SEIF-160

    Centrífuga de Mel Elétrica - Controle Eletrônic...

    Veja mais
  • FEE-200

    Centrífuga de Mel Elétrica - Embreagem

    Veja mais
  • Desoperculadora Elétrica - Direita

    Desoperculadora Elétrica

    Veja mais