(55) 3332 1438 | 9 9128 6838

Fonte energética, mel pode substituir gel carboidrato em exercícios longos


"Alimento ajuda a manter níveis de glicose e a repor carboidratos em atividades acima de uma hora. Nas refeições diárias incrementa frutas, leite, iogurte e queijos magros"

Publicada em: 4 de julho de 2016 - 10:05 horas Apicultura

Fonte energética, mel pode substituir  gel carboidrato em exercícios longos

Mel pode ser usado no lugar do gel de carboidrato em treinos acima de uma hora (Foto: Getty Images)

O mel tem importantes propriedades nutricionais que o tornam um alimento especial: adoçante natural, analgésico, anti-inflamatório, melhora a imunologia e ainda é expectorante. Uma ótima fonte energética, ele é composto por açúcares (em torno de 70 a 80%), predominantemente a glicose e a frutose. O mel é um carboidrato de alto índice glicêmico. Possui baixo conteúdo de água (10 a 20%), é composto por pigmentos carotenoides e flavonoides e, em menor quantidade minerais, vitaminas e proteínas.

A nutricionista Cristiane Perroni, especialista do Eu Atleta, explica que o mel pode ser utilizado por atletas para a reposição de energia, manter os níveis de glicose e reposição de carboidratos em substituição ao gel e a jujuba de carboidratos. Na alimentação, pode adoçar ou incrementar alimentos e preparações, ser adicionado a frutas, leite, iogurtes, pães integrais com queijos magros, principalmente antes da prática esportiva ou pela manhã ao acordar.

Para indivíduos que não precisam controlar o peso e estejam naquela "faixa de peso adequado" estimula-se adoçar chás, leite, iogurtes com mel, o que é melhor do que açúcar. Para ter saúde em dia, o indicado é acrescentar diariamente uma colher de sopa no café da manhã.

No exercício, substituindo o mel pelo gel de carboidrato:
30g de mel (2 colheres de sopa) equivalem em média a 24g de carboidrato. Ou seja, é igual a um sachê (ou almofadinha) de gel. Em atividades acima de uma hora recomenda-se a reposição 30g a 60g de carboidratos/ hora de exercício

A cor do mel pode variar de quase incolor a marrom escuro dependendo da origem da flor, do processamento, armazenamento e temperatura em que amadurece na colmeia. Quanto mais escuro o mel maior a quantidade de pigmentos com potencial antioxidante.

- Não existe uma recomendação, guia ou diretriz sobre o consumo exato de mel. Até porque o problema hoje é o excesso de peso. Mais da metade da população está com excesso de peso  e é preciso moderação com adição de calorias. Só que o mel não é caloria vazia como o açúcar - explicou a nutricionista.

Fonte: Globo Esporte


Veja também:

Produtos em Destaque

Escolhemos alguns produtos que possam lhe interessar. Você também pode conhecer nosso catálogo completo.

  • SEIF-160

    Centrífuga de Mel Elétrica - Controle Eletrônic...

    Veja mais
  • FEE-200

    Centrífuga de Mel Elétrica - Embreagem

    Veja mais
  • Desoperculadora Elétrica - Direita

    Desoperculadora Elétrica

    Veja mais